PATROCINADOR MASTER

𝗗𝗘𝗦𝗧𝗔𝗤𝗨𝗘!

JS News - Inmet renova alertas de acumulado de chuvas para cidades do RN; veja lista

COMPARTILHAR!

domingo, 26 de maio de 2024

Blog JS - TRAGÉDIA! Deslizamento de terra na Papua-Nova Guiné deixa mais de 670 mortos, estima ONU

A Organização Internacional para as Migrações (OIM), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), compartilhou neste domingo (26) o aumento na estimativa do número de mortos em um deslizamento de terra na Papua-Nova Guiné, no sudoeste do Oceano Pacífico, para mais de 670 pessoas. A tragédia ocorreu na sexta-feira (24), quando um deslizamento soterrou mais de 150 casas na aldeia de Yambali, na província de Enga. As informações são da Associated Press (AP).

Serhan Aktoprak, chefe da missão da OIM no Pacífico Sul, explicou que a nova estimativa foi baseada em cálculos de autoridades locais. As autoridades anteriormente estimaram o número de casas soterradas em 60.

Até este domingo, apenas cinco corpos e uma perna de uma sexta vítima haviam sido recuperados. Uma escavadeira, doada por um construtor local, foi o primeiro equipamento mecânico a chegar ao local para auxiliar nos esforços de resgate.

Os socorristas estão deslocando sobreviventes para áreas mais seguras, uma vez que o terreno permanece instável e a guerra tribal, comum nas Terras Altas da Papua-Nova Guiné, complica o resgate. Cerca de 250 casas adicionais foram condenadas desde o deslizamento, deixando aproximadamente 1.250 pessoas.

O governo nacional está avaliando a necessidade de solicitar mais apoio internacional. As equipes de resgate já desistiram de encontrar sobreviventes sob os escombros, que chegam a uma profundidade de 6 a 8 metros.

Aktoprak enfatizou que a nova estimativa de mortos é aproximada, baseada no tamanho médio das famílias da região, e pode não refletir o número exato de vítimas. Ele destacou a importância de não inflacionar os números sem bases concretas.

Centros de evacuação estão sendo estabelecidos em terrenos mais seguros, enquanto uma grande faixa de destroços, do tamanho de três a quatro campos de futebol, bloqueia a principal estrada da província. Comboios de alimentos, água e outros suprimentos essenciais têm enfrentado riscos de violência tribal ao longo do caminho, com soldados da Papua-Nova Guiné providenciando segurança.

Oito pessoas foram mortas em um confronto tribal neste sábado (25), que não estava relacionado ao deslizamento. Cerca de 30 casas e cinco comércios foram incendiados durante o conflito.

A população da aldeia de Yambali era estimada em quase 4 mil pessoas antes do deslizamento, embora o número real possa ser maior, já que muitos haviam se mudado para a aldeia recentemente para escapar da violência entre clãs.

O Ministro da Defesa, Billy Joseph, e o diretor do Centro Nacional de Desastres, Laso Mana, estão viajando para Wabag para avaliar as necessidades no local. O governo deve decidir até terça (28) se solicitará mais ajuda internacional.

Os Estados Unidos e a Austrália já manifestaram sua disposição em fornecer mais assistência. A Papua-Nova Guiné é uma nação com 800 idiomas e 10 milhões de pessoas, majoritariamente agricultores de subsistência.

G1

Obrigado a todos por mais de 7 milhões e 980 mil visualizações!