O MUNDO INTEIRO UNIDO CONTRA O CORONAVÍRUS!

COMPARTILHE👇

terça-feira, 7 de abril de 2020

JS - COVID-19: Pela primeira vez o Brasil registrou mais de 100 mortes em decorrência do novo coronavírus nas últimas 24 horas. Confira

O balanço dos casos de Covid-19 divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (7) aponta:

667 mortes13.717 casos confirmados4,9 % é a taxa de letalidade

Na segunda (6), havia 553 mortes e 12.056 casos confirmados. Em relação ao balanço anterior, foram acrescentadas 114 mortes e 1.661 casos confirmados

G1

SIGA BLOG JS MATÉRIAS 100% VERÍDICAS. 

SIGA👨‍👩‍👧‍👦FAMÍLIA-JS  

MANDE UM OI PARA O
N°9-8890-6282 E PARTICIPE!

OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 4.160.000.VISUALIZAÇÕES 

OBS: O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES. 

PARA EVITAR O CONTÁGIO DO COVID-19 FIQUE EM CASA. 

OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PELA FORÇA.  

JS - URGENTE: Juiz da 4ª Vara Federal Cível de Brasília determinou nesta-terça (07) o bloqueio dos fundos eleitoral e partidário para que o dinheiro seja utilizado para combater o novo coronavírus. Confira

O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara Federal Cível de Brasília, determinou, nesta terça, 7, o bloqueio dos fundos eleitoral e partidário – valores não poderão ser depositados pelo Tesouro Nacional. Na mesma decisão, afirmou que o montante fica à disposição do governo Jair Bolsonaro para ser usado ‘em favor de campanhas para o combate à Pandemia de coronavírus – COVID19, ou a amenizar suas consequências econômicas’.

Em janeiro, o presidente sancionou integralmente o Orçamento de 2020, que inclui o Fundo Eleitoral. Conhecido como “fundão”, o dispositivo prevê gasto de R$ 2 bilhões para financiar as campanhas dos candidatos nas eleições municipais de outubro. O valor de R$ 2 bilhões foi aprovado pelo Congresso em dezembro do ano passado.

Já o Fundo Partidário foi aprovado no valor de R$ 959 milhões.

A decisão do magistrado acolhe ação popular do advogado Felipe Torello Teixeira Nogueira.

Segundo o magistrado, a ‘pandemia que assola toda a Humanidade é grave, sendo descabidas, aqui, maiores considerações sobre aquilo que é público e notório’. “Que tem afetado de forma avassaladora a vida do país”.

“Além da pandemia, e por causa dela, a crise econômica não é mais uma perspectiva. É concreta, palpável. Milhões de trabalhadores informais, autônomos e vários outros, em todo o país, já passam por dificuldades de ordem alimentar inclusive. O fechamento da maioria dos segmentos do comércio, nas maiores cidades brasileiras, tem gerado quebra e desemprego em massa. A economia preocupa tanto ou até mais do que a própria epidemia”, escreve.

De acordo com o juiz, os ‘sacrifícios que se exigem de toda a Nação não podem ser poupados apenas alguns, justamente os mais poderosos, que controlam, inclusive, o orçamento da União’.

“Nesse contexto a manutenção de fundos partidários e eleitorais incólumes, à disposição de partidos políticos, ainda que no interesse da cidadania (Art. 1º, inciso II da Constituição), se afigura contrária à moralidade pública, aos princípios da dignidade da pessoa Humana (Art. 1º, inciso III da Constituição), dos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa (Art. 1º, inciso IV da Constituição) e, ainda, ao propósito de construção de uma sociedade solidária (Art. 3º, inciso I da Constituição)”, escreve.

Do Judiciário ao Congresso

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral Luis Felipe Salomão negou nesta segunda, 6, pedido do partido Novo para destinar recursos do fundo partidário para o combate ao novo coronavírus. A verba, no caso da legenda, seria de R$ 34 milhões.

A transferência do fundo partidário para o combate ao coronavírus foi levada ao TSE após o Novo não conseguir incluir emenda na PEC do Orçamento de Guerra que permitiria o repasse de recursos do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral.

O uso da verba do fundo eleitoral para o combate à pandemia está em discussão nos partidos que possuem as maiores bancadas na Câmara dos Deputados. A proposta tem sido cogitada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), junto com a redução do salário dos Poderes.

Dos quatro partidos ouvidos pelo Estado, PT e PP se manifestaram a favor do uso do fundo eleitoral contra a doença, mas com algumas condições. O MDB avaliou a proposta como “possibilidade” e informou que discute o assunto. Já o PSL, apesar de não se dizer contrário, afirmou que há outras formas de remanejar o orçamento.

Na internet, petições populares também são a favor do uso das verbas para o combate ao coronavírus. Mais de 1,3 milhão de pessoas apoiaram abaixo-assinados no site change.org. As petições reuniram o total de assinaturas em apenas três semanas. Somente nas últimas 24 horas, mais de 5 mil pessoas se engajaram.

Fausto Macedo – Estadão

SIGA BLOG JS MATÉRIAS 100% VERÍDICAS. 

SIGA👨‍👩‍👧‍👦FAMÍLIA-JS  

MANDE UM OI PARA O
N°9-8890-6282 E PARTICIPE!

OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 4.160.000.VISUALIZAÇÕES 

OBS: O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES. 

PARA EVITAR O CONTÁGIO DO COVID-19 FIQUE EM CASA. 

OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PELA FORÇA.  

JS - COVID-19: AL/RN declarou calamidade pública em 29 cidades do Estado, hoje (07) por causa do novo coronavírus. Confira

Assembleia Legislativa do RN declarou calamidade pública em 29 cidades do Estado, em votação na manhã desta terça-feira (7). A votação dos Projetos de Decretos Legislativos de calamidade pública ocorreu em sessão remota que durou mais de duas horas e contou com a participação de 22parlamentares.

“Apesar da suspensão dos trabalhos presenciais na sede do legislativo a atividade parlamentar teve continuidade. Nesta sessão remota, pioneira na história do legislativo potiguar, votamos 29 decretos da calamidade nos municípios.
Entre os desafios que iremos enfrentar, precisamos conscientizar a nossa população que ficar em casa ainda é a melhor solução. Vamos seguir firmes, respeitando o isolamento social e acreditando que tudo vai passar”, salientou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

Os municípios são Apodi, Afonso Bezerra, Angicos, Baía Formosa, Barcelona, Baraúna, Boa Saúde, Campo Redondo, Ceará Mirim, Doutor Severiano, Extremoz, Lagoa de Pedras, Macaíba, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Natal, Pau dos Ferros, Santa Cruz, Santana do Matos, São José do Campestre, São Miguel, São Rafael, Serra Caiada, Serra do Mel, Serrinha, Taipu, Umarizal, Upanema e Vera Cruz.

Durante a discussão da matéria os deputados reforçaram a necessidade da população potiguar permanecer em suas casas e também externaram preocupação com a economia do Estado, o risco de contaminação dos profissionais da área da saúde, as questão da saúde e do sustento das minorias e das soluções que estão sendo debatidas e apresentadas pela Assembleia do RN.

Para os deputados Kleber Rodrigues (PL), Hermano Morais (PSB), Cristiane Dantas (SDD), Francisco do PT, Souza Neto (PSB), Eudiane Macedo (Republicanos) e Vivaldo Costa (PSD) a aprovação dos decretos de calamidade pública dá segurança para que os gestores trabalhem no combate ao COVID-19. “Significa que, uma vez aprovado, o município tem maior segurança jurídica e liberdade para assistir à população carente. Dá direito ao prefeito e sua equipe de trabalhar no combate”, explicou Vivaldo Costa.

A deputada Isolda Dantas (PT) destacou a peculiaridade da situação para todas as gerações de parlamentares que compõem a Assembleia do RN e destacou a importância das ações contemplarem a economia. “Eu não entro na dicotomia vida x economia. Não podemos separar uma coisa da outra. Cuidar da saúde e cuidar da economia, é cuidar de pessoas”, disse. Os deputados Kelps Lima (SDD) e Gustavo Carvalho (PSDB) que também se manifestaram sobre o tema.

A união dos deputados também foi pauta da discussão. “Quero destacar o trabalho constante dos deputados e a unidade da classe política para que possamos amenizar o sofrimento do povo no nosso estado”, disse Ubaldo Fernandes (PL). “Todos nós somos soldados nessa guerra. É uma realização ver que os deputados da Casa estão esquecendo os interesses políticos para lutar pelo povo do RN”, disse José Dias (PSDB).

A situação das cidades de Mossoró, Assu e Santa Cruz foram destacadas pelos deputados Dr Bernardo (Avante) e Allyson Bezerra (SDD), George Soares (PL) e Tomba Farias (PSDB), respectivamente. Sandro Pimentel (PSOL) e Eudiane Macêdo chamaram a atenção para a população mais carente. “Um total de 10% da população de Natal vive em favelas. Essas pessoas preocupam”, disse Sandro.

Médicos, os deputados Getúlio Rêgo (DEM), Alberto Dickson (PROS) e Galeno Torquato (PSD) destacaram a atuação dos profissionais da saúde e a necessidade de “dar as mãos” para combater e para que todos possam se preparar para os próximos dias, quando está previsto o aumento do número de casos da doença. O deputado Coronel Azevedo (PSC) destacou o esforço dos profissionais da segurança e entregadores, que seguem trabalhando.

Conforme o último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado do RN (Sesap), até as 7h do dia 7 de abril, o estado possui 254 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Além disso, oito mortes já foram registradas por causa da doença e 2.430 casos são suspeitos em 135 municípios.

Via: R. P. 

SIGA BLOG JS MATÉRIAS 100% VERÍDICAS. 

SIGA👨‍👩‍👧‍👦FAMÍLIA-JS  

MANDE UM OI PARA O
N°9-8890-6282 E PARTICIPE!

OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 4.160.000.VISUALIZAÇÕES 

OBS: O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES. 

PARA EVITAR O CONTÁGIO DO COVID-19 FIQUE EM CASA. 

OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PELA FORÇA.  

JS - Atenção você que recebe o Bolsa Família ou é trabalhador informal, confira essa matéria com as informações detalhadas sobre o crédito emergencial. Confira

Foi lançado hoje 07 de Abril um aplicativo que deve ser usado pelos trabalhadores que forem Microempreendedores Individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. 

QUEM RECEBE O BOLSA FAMÍLIA? 
Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo. O pagamento será feito automaticamente. 


POR QUE EU NÃO CONSIGO BAIXAR O APLICATIVO? 

Assistindo o RN-1 da Inter TV Cabugi muitas pessoas estavam fazendo a mesma pergunta, por Por que não consigo acessar o aplicativo, os apresentadores informaram que isso está acontecendo devido a quantidade de pessoas que está acessando o site ao mesmo tempo. Outro problema é que você não consegue baixar o aplicativo pela Play Story, só faz pelo site. Ainda hoje o governo federal deverá informar por que isso está acontecendo. 
  1. Imagem do aplicativo oficial, eu fiz o teste agora à pouco, veja no topo o horário, e para mostrar aos críticos do mal que estavam dizendo que isso é falso, não é bem assim se você tentar fazer e não conseguir fique tentando até conseguir, existe milhões de pessoas fazendo isso ao mesmo tempo ok. 
Maiores informações procurar a assistência social de sua cidade. 
  1. SIGA BLOG JS MATÉRIAS 100% VERÍDICAS. 

  2. SIGA👨‍👩‍👧‍👦FAMÍLIA-JS  

  3. MANDE UM OI PARA O
  4. N°9-8890-6282 E PARTICIPE!

  5. OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 4.150.000.VISUALIZAÇÕES 

  6. OBS: O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES. 

  7. PARA EVITAR O CONTÁGIO DO COVID-19 FIQUE EM CASA. 

  8. OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PELA FORÇA.  







JS - COVID-19: Municípios do Rio Grande do Norte com casos suspeitos, confirmados e descartados segundo o novo boletim da Sesap. Confira






Fonte: Sesap 

SIGA BLOG JS MATÉRIAS 100% VERÍDICAS. 

SIGA👨‍👩‍👧‍👦FAMÍLIA-JS  

MANDE UM OI PARA O
N°9-8890-6282 E PARTICIPE!

OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 4.150.000.VISUALIZAÇÕES 

OBS: O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES. 

PARA EVITAR O CONTÁGIO DO COVID-19 FIQUE EM CASA. 

OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PELA FORÇA.