Você é o visitante Nº

REFLEXÃO!

Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá.
- Ayrton Senna

POSTAGENS MAIS LIDAS DA SEMANA

sexta-feira, 23 de março de 2018

VEREADORA POTIGUAR SOFRE AMEAÇAS DE MORTE E ESTRUPO NAS REDES SOCIAIS. CONFIRA


Vereadora em Natal pelo PT, Natália Bonavides recebeu ameaças nas redes sociais após ter feito um pronunciamento no qual teceu críticas a Maurílio Pinto, delegado aposentado da Polícia Civil do Estado. Para a Câmara dos Vereadores, inclusive, já foi solicitado providências para resguardar a integridade física da parlamentar. 

O PORTAL NO AR foi atrás das ameaças e não teve dificuldades para encontrá-las nas redes sociais. “Ela merece ser estrupada para dar valor a cidadão”, disse um usuário de iniciais D.A. Outro, cujo nome tem as iniciais M.A.G afirmou: “Tá doida pra morrer”. 

O caso 
O comentário de Natália Bonavides foi feito na sessão dessa quarta-feira, 21, para apartar a fala do colega Cícero Martins, do PMB, que lamentava o fato de, conforme dito por ele, os policiais estarem sendo rotulados como “marginais”. “’Tão’ pedindo que acabe a Polícia Militar, o nome disso é organização paramilitar. Aqui a gente tem muito homem de bem fardado, e aqui eu cito que sinto falta de Maurílio Pinto. Não tinha Direitos Humanos para dizer que bandido tinha que ter casa, comida e roupa lavada”, bradou o vereador. 
Bonavides respondeu: “Chega a ser irônico alguém falar que é contra bandidos e grupo paramilitar e, ao mesmo tempo, falar bem de Maurílio Pinto, um dos grandes criminosos do nosso estado.

Inclusive, responsável, exatamente, por grupos paramilitares”. 
De acordo com o vereador Dickson Júnior, do PSDB, que pediu que a Câmara buscasse proteção para a colega, Natália Bonavides foi ameaçada de ser estuprada e até mesmo assassinada. 
“Entendo que as declarações de ontem foram fortes, mas devem ser resolvidas no âmbito judicial, onde vai se apurar se houve danos morais ou não aos envolvidos. Mas é inaceitável ameaças contra a vida de uma pessoa”, disse Dickson Júnior.

Fonte:Ceará Mirim Livre

POR:JS

ACESSE O NOSSO PORTAL DE NOTÍCIAS.jsblogueiro.blogspot.com.E TAMBÉM INTERAJA COM O GRUPO DO BLOG NO ZAP9-8890-6282.

OBRIGADO A TODOS POR MAIS DE 1.870.000 VISUALIZAÇÕES.

OBS:O ADMINISTRADOR DOS GPS NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS DOS PARTICIPANTES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário